• Theo Stoo

Desafio dos 21 dias - Dia 3



Se você ainda não está por dentro, leia nosso post Desafio dos 21 dias - Dia 0.


Está preparado? O assunto de hoje, como já mencionado no segundo post é o medo. Não, não vamos falar de palhaços, de aranhas ou de cobras. Iremos falar sobre aquilo que nos afeta no nosso dia a dia e nos impede de sermos bem sucedidos naquilo que queremos fazer.


E se der medo? Vai com medo mesmo!


É claro que muitas vezes o que nos impede de agir, seja nos negócios ou na vida, é o medo. Medo de não dar certo, de não saber o que fazer, de fracassar, de não dar conta... a lista é imensa. Mas o que fazer para driblar este medo? Como lidar com ele no nosso dia a dia?

Geralmente, nosso maior medo é do desconhecido. Ora, então a melhor forma de eliminarmos ele é conhecendo melhor nosso desafio.


De onde vem este medo?


É importante identificar a fonte dos seus medos para que você compreenda o que te gera insegurança e tenha a oportunidade de criar uma solução para contorná-la.


Alguns medos que você possa ter podem ser parte de algumas destas categorias:


  • Timidez

Este é um medo que afeta muitos empreendedores, principalmente na hora de apresentar seus produtos e serviços, seja para um potencial investidor ou um cliente.



O que posso fazer?


Você provavelmente não é tímido com seus amigos e família, certo? No nosso dia a dia, sabemos lidar com eles pois os conhecemos a tempo. Então, fale com o seu público como você conversa com um amigo. E lógico que vencer a timidez não é algo que acontece do dia pra noite. É preciso praticar, enfrentar situações onde seja necessário se comunicar. Mas treinar com seus amigos ou conhecidos, em um ambiente familiar, pode ser uma forma de superar este medo.


  • Incerteza de Renda

Há pouco tempo, estar empregado em uma grande empresa representava uma estabilidade de renda, certo? Porém, é de conhecimento geral que vivemos em um momento de instabilidade econômica, onde não há mais um emprego "seguro".

Quando você empreende, boa parte do seu retorno financeiro vem do seus resultados. Isto pode afetar a maneira como vê o desafio de empreender e se dará continuidade ao seu projeto ou não.



O que posso fazer?


Uma das coisas mais importantes é entender que o resultado pode demorar a acontecer e que é preciso ter paciência para não desistir nos primeiros bloqueios. Mas quando você faz algo que gosta e que condiz com a sua capacidade, você tende a ter resultados melhores, o valor percebido pelo cliente aumenta, e é exatamente isso que faz com que o retorno financeiro aconteça. Veja isto como uma oportunidade de iniciar novos projetos.


  • Medo de Fracassar

Esse medo sempre existirá. Em algumas grandes empresas, quando você está fazendo uma entrevista de emprego, uma das perguntas que fazem a você é se já teve uma empresa, e se sim, quantas vezes você fracassou. Eles entendem que valorizar o fracasso é necessário para que você extraia todo o aprendizado que pode desta experiência.



O que posso fazer?


A melhor maneira de resolver este medo é encarando o fracasso de uma forma diferente e mais positiva, como parte da experiência de vida, do aprendizado e do caminho que é empreender. Você não é obrigado a acertar 100% das vezes. Saiba que pelo aprendizado de seus fracassos, você pode chegar ao sucesso.


  • Não ter clientes/demanda para seu produto