© Station BC 2018

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle

Rua Tailândia, 72 - Sala 14 - Nações, BC

47 3311.6977

  • Theo Stoo

5 perguntas para se tornar um consumidor consciente


Oi, consumidor! Esse dia 15 de março é só seu. Graças ao discurso do presidente dos Estados Unidos, John Kennedy, em 1962. Que destacava a mensagem de que todos os consumidores têm o direito à segurança, à informação, à opção de escolha, além do direito de ser ouvido. A iniciativa foi um marco na defesa dos direitos dos consumidores, pois gerou debates sobre o assunto em diversos países.

Apesar disso, como tudo na vida, é importante ter consciência e não ser um consumidor descontrolado e se afundar nas dívidas. Afinal, ser consumidor não significa comprar tudo o que vê pela frente. Então se liga nessas perguntas lindas que você precisa se fazer antes de levar tudo para a casa.


1. Preciso?

Quando se trata de colocar a mão na consciência na hora da compra, uma das primeiras coisas que precisamos nos perguntar é se aquele produto que queremos é necessário na nossa vida. Se não for, não vale a pena ser comprado. É claro que esses valores variam de acordo com cada um, todos temos nossas prioridades. Algumas pessoas valorizam determinados aspectos mais que outras, mas é sempre bom refletir se estamos comprando algo de que precisamos mesmo, ou se é algo que podemos deixar para depois.


2. Posso pagar?

Não adianta nada você querer muito comprar algo mas não ter condições para pagar, a única coisa que isso traz é dívida e estresse. Portanto, planejar é tudo. Tem como pagar à vista? Se for parcelar, esse valor cabe no seu orçamento mensal? São coisas a se pensar e analisar antes de fazer uma compra por puro impulso.


3. Vou usar?

Sabe quando o produto é muito caro e você percebe que não tem condições de pagar e começa a se questionar "será que eu preciso disso mesmo?" é exatamente isso que queremos com essas perguntas. O objetivo é causar uma reflexão do quanto realmente você vai utilizar o produto. Se a resposta for muito e você respondeu as outras duas perguntas com "sim", ótimo, sua compra está quase aprovada. Porém, se você não vai usar com muita frequência vale repensar.

4. Vale a pena?

E por consequência da pergunta anterior, vem a seguinte: Vale a pena? É interessante analisar se esse produto vai agregar no seu dia a dia. Você se sentirá melhor depois de ter adquirido, ou possivelmente se arrependerá de ter gasto o dinheiro?



5. Posso encontrar mais barato?

Ao final da sua reflexão, se você está super decidido a comprar aquele produto, pesquise. Hoje em dia com a internet é muito fácil pesquisar qual é a opção mais barata e ficar de olho nas promoções. Dessa forma, além de estar sendo um consumidor consciente, será um com alguns tostões a mais no bolso.




Curtiu as nossas dicas? Coloque-as em prática nessa semana do consumidor e comente com a gente quais são os métodos de consumo que funcionam para você.



Não fique por fora! Siga-nos nas nossas Redes Sociais: Facebook e Instagram.

Ficou com dúvidas? Nos manda um e-mail, liga ou dá uma passadinha!



17 visualizações